Avós compram fantasia de urso polar para abraçar, com segurança, seus netos após 9 meses de isolamento

“Foram os melhores 15 euros que já gastei”: esta é a declaração de Barbara Walshaw, moradora de Leeds (Inglaterra), sobre as fantasias de urso polar que ela comprou para si e para seu marido, Clive, poderem encontrar os netos no fim do ano em segurança, após 9 meses sem vê-los. O casal estava isolado desde 1º de março, devido à pandemia.

Os netos – Quinn, de seis anos; Morgan, de oito; e Mackenzie, de 14 – estavam tristes por não poder celebrar o Natal junto aos seus avós, que estão na casa dos 70 anos.

O plano inicial era uma celebração por videoconferência.

Porém, quando Barbara encontrou as fantasias de urso polar numa loja virtual, teve a ideia de vesti-las para poder visitar seus familiares. Além de cômicos e inusitados, os trajes têm a vantagem de proteger todo o corpo e rosto, garantindo segurança contra o novo coronavírus.

Por volta do meio-dia de 25 de dezembro, os pais das crianças disseram que havia rumores de ursos polares andando pelo bairro. Quando a família saiu para a rua, avistou os avós, correndo em fantasias gigantes, de quase 2 metros de altura. Imagine a surpresa!

“Quinn, o mais novo, ficou assustado ao ver aqueles ursos imensos [se aproximando]. Mas, quando percebeu que éramos nós, foi tão maravilhoso! Trocamos tantos abraços”, disse Barbara.