O “mapa de sabores” da língua não existe

Desde a infância, aprendemos que a língua é dividida em regiões que se dedicam a reconhecer sabores distintos: amargo, azedo, doce e salgado. Porém, este ensinamento não corresponde à realidade. Em 1901, o cientista alemão David Hänig publicou um artigo em que indicava os estímulos registrados por cada zona da língua. Ele concluiu que algumas partes do órgão eram mais …

Ver post

“Não acredito na teoria da evolução”, diz médico que transplantou coração de babuíno para bebê

Em 1984, Stephanie Fae Beauclair se tornou a primeira criança a ser submetida a um xenotransplante (transplante de órgãos entre espécies diferentes) nos Estados Unidos. Diagnosticada com uma cardiopatia congênita fatal, ela recebeu o coração de um babuíno. “O novo órgão começou a bater espontaneamente. Na sala de operações, todos estavam admirados. Não acho que houvesse um par de olhos …

Ver post