SZS Comunicação

NotíciasCondições precárias da Santa Casa de Sorocaba preocupam Sindicato dos Médicos

Condições precárias da Santa Casa de Sorocaba preocupam Sindicato dos Médicos

O presidente do Sindicato dos Médicos de Sorocaba e Região (Simesul), Eduardo Cruells Vieira, está preocupado com a grave situação pela qual passa a Santa Casa de Sorocaba. Falta de materiais básicos e equipamentos, além de salários atrasados, são alguns dos problemas enfrentados por médicos e pacientes do complexo de saúde.

Na quarta-feira (13), a Diretoria Clínica da Santa Casa encaminhou à Secretaria Municipal de Saúde um ofício em caráter de urgência solicitando a resolução das carências estruturais do hospital, entre elas, falta de medicamentos essenciais para atendimento de emergência, medicações para cirurgias e anestesias, fios de sutura, campos cirúrgicos, material para sutura mecânica, prótese mamária para reconstrução pós mastectomia e equipamento para nutrição enteral, entre outros.

“Os médicos da Santa Casa são muito qualificados, respeitados, mas estão trabalhando em situação precária devido à falta de insumos básicos para o exercício da Medicina. Esta situação coloca em risco a vida dos pacientes”, disse Eduardo Vieira.

Além disso, acrescenta o presidente do Simesul, os médicos ainda não receberam os pagamentos de novembro e dezembro do ano passado que deveriam ter sido repassados pela administração do ex-prefeito Antônio Carlos Pannunzio. “Além destes, ainda há outros atrasos salariais. Esperamos que a nova administração possa, que irá assumir possa, com a ajuda da Prefeitura, corrigir essa situação insustentável”, disse.

d

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Aenean commodo ligula eget dolor. Aenean massa. Cum sociis ultricies nec