Empresa da cidade inicia operações na RMS e já projeta expansão

A empresa sorocabana de transporte individual Chofer Prime deu início em setembro às operações na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), que engloba 27 municípios. A previsão é que, no início de 2017, os serviços sejam oferecidos também para Bauru (SP) e região. “O foco inicial é a RMS para, posteriormente, expandirmos para as demais cidades do interior de São Paulo (SP)”, revela Frederico Neves, sócio-proprietário da empresa.

A proposta da Chofer Prime é trazer um novo conceito em locomoções urbanas. Entre os serviços oferecidos, estão o transporte em carros populares e executivos, delivery de moto, transporte de pets e moto-táxi. O usuário escolhe seu próprio itinerário e recebe previamente a tarifação estimada.

De acordo com Frederico, o preço das corridas é menor que o praticado atualmente pelo mercado. “Apostamos em uma tarifação mais acessível para nos diferenciarmos e fidelizarmos os usuários. A tarifa é calculada por quilômetro percorrido, com trajetos a partir de R$ 7”, afirma.

Durante o percurso, o usuário poderá ouvir músicas de sua preferência, solicitar ar quente ou frio e terá à disposição mimos como água mineral, livros, revistas e guloseimas. Para solicitar o serviço, é só baixar o aplicativo gratuito para Android ou contatar a Central de Atendimento pelo WhatsApp (11) 96507-7191 ou pelo telefone (15) 3141-1980 e (11) 4873-2161.

Transporte pet é diferencial

Entre os serviços oferecidos pelo aplicativo, está o de transporte pet. A empresa elaborou um produto exclusivo para tutores de animais de estimação que precisam levá-los para passear a longas distâncias, em banho e tosa ou no médico veterinário. A ideia é garantir o conforto e a segurança deles durante a viagem.

No Chofer Pet, o bichinho poderá ficar ao lado do dono no banco de trás do veículo e não, necessariamente, em gaiolas, caixas de transporte, no porta-malas ou na carroceria do carro – como fazem as empresas convencionais do segmento. A viabilidade do serviço depende, é claro, da espécie e porte do animal.

O serviço atende, em geral, donos de cães, gatos e pássaros. No caso dos felinos, a recomendação é que sejam alocados em caixas de transporte, pois são animais que se estressam facilmente e podem esboçar reações inesperadas. Ainda assim, é permitido que fiquem no banco do passageiro, junto do proprietário. Pássaros, por sua vez, têm de ser transportados em gaiolas, devidamente cobertas com um pano, para o animal não se estressar com a viagem.