Este inglês transformou sua cadeira de rodas numa balada móvel

Diagnosticado com paralisia cerebral, o inglês Lee Kingsberry (32) sempre chamou a atenção das pessoas. “Minha condição afeta minha fala e meus músculos. Às vezes, sofro com espasmos incontroláveis”, explica. Porém, ao longo dos anos, os olhares indesejados começaram a incomodá-lo.

Não havia muito o que Lee pudesse fazer quanto à sua saúde. Então, ele optou por mudar sua atitude.

Com bom humor e uma mãozinha da tecnologia, ele transformou sua inseparável cadeira de rodas elétrica numa balada móvel. Luzes em neon e música bombástica despertam surpresa, admiração e sorrisos em todos que cruzam o caminho do inglês. “Aceito até pedidos musicais de desconhecidos”, diverte-se.

“Ao contrário do que pensam, não tenho disfunções intelectuais. O que me entristece é quando as pessoas me infantilizam, devido à minha dificuldade em falar”, analisa. “Tem quem me ignore completamente e fale apenas com meus cuidadores.”

Mas, agora, Lee ganha muita atenção positiva. Alguns dos seus fãs até gravaram vídeos com o celular.

“A melhor parte é que, com esta invenção, quebro as barreiras iniciais e posso interagir com outras pessoas. Houve casos em que cadeirantes me pediram para ajudá-los a criar algo similar para eles.”

O inglês lamenta: “Ao longo da minha vida, sofri muito preconceito”. Porém, ele não deixa o otimismo de lado: “Espero conscientizar a população de que pessoas com deficiências também têm personalidade e gostam de se divertir, como todo mundo”.