Farmácia Comunitária une ensino e cidadania

A Farmácia Comunitária Vital Brazil é um dos muitos exemplos sobre como a vida universitária nas profissões da saúde pode unir o ensino à cidadania. Ela foi criada na década de 60 pela comunidade acadêmica do curso de Medicina da PUC-SP e, anos depois, ganhou o apoio da Universidade de Sorocaba (Uniso). Desde então, oferece medicamentos de forma gratuita à população da região.

Por parte da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde (FCMS) da PUC-SP, os responsáveis pela farmácia pertencem ao Centro Acadêmico Vital Brazil, que congrega os alunos do curso de Medicina. Atualmente, a administração é exercida pela farmacêutica Fâni Ribeiro e os atendimentos são executados por alunos voluntários das duas universidades. Ela é reconhecida pelo Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo e mantém sua variedade e quantidade de medicamentos por meio de doações e campanhas de arrecadação.

Assim que os primeiranistas de Medicina e Enfermagem ingressam na FCMS, já conhecem a farmácia e, salvo durante a pandemia, participam de ações solidárias realizadas nas primeiras semanas dos cursos, visando aumentar a arrecadação de medicamentos. Os que têm maior procura e, consequentemente, acabam mais rápido são os indicados para controle da pressão arterial e do diabetes, bem como analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos.

A dona de casa Taís de Paula Sousa, 38 anos, mora no Parque São Bento, Zona Norte da cidade, e aplaude a farmácia. “Sempre que meus dois filhos precisam de algum medicamento, recorro à farmácia da Medicina [FCMS-Uniso]. Não sei o que seria da gente se nós não tivéssemos este apoio”, conta. “Uma coisa que eu gosto é a forma como me tratam, sempre com muito respeito e alegria”, completa.

Quem deseja doar medicamentos pode entregá-los nos campi da PUC-SP (em Sorocaba) e da Uniso, além do Colégio Dom Aguirre ou na própria farmácia. Os produtos devem estar bem embalados, em perfeito estado de conservação e dentro da validade, com vencimento a partir do mês seguinte. As cartelas de comprimidos das quais já foram retiradas uma ou mais unidades também são aceitas. Já os medicamentos líquidos, como xaropes e soluções e pomadas, devem vir com o lacre do fabricante.

O espaço funciona na Rua Doutor Seme Stefano, 13, no Jardim Vergueiro. A farmácia presta atendimento às segundas, terças e quintas-feiras, das 14h às 16h30, e às quartas, das 8h30 às 11h. Os interessados devem retirar senha na portaria, apresentar receita e documento de identidade do paciente.