Hormônio do amor é trocado entre humanos e cachorros através do sorriso

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

O sentimento é recíproco: assim como os humanos, os cãezinhos também não resistem a um largo sorriso! De acordo com os pesquisadores da Universidade de Helsinque, na Finlândia, uma profunda troca de olhares entre você e seu cachorro aumenta os níveis de oxitocina em ambas as partes.

Este é o principal hormônio associado ao amor e à confiança.

Após testes realizados com 43 pets, concluiu-se que a oxitocina tem uma carga emocional maior do que o próprio instinto. Ou seja: quando se sentem amados, os pets se acalmam e se esquecem de quaisquer representações de perigo ao seu redor.

“Este efeito é benéfico para desenvolver a comunicação e promover relações afetivas”, pontuou o professor Outi Vainio, autor do estudo.

Como as observações foram feitas?

Os especialistas aplicavam doses de oxitocina nos cães e mostravam imagens de pessoas com expressões que variavam da alegria à raiva. A seguir, media-se o diâmetro das suas pupilas. É esta parte dos olhos que reage ao carinho e afeição. Constatou-se que as respostas mais positivas foram incentivadas pelos sorrisos.

Anteriormente, o mesmo método de análise havia sido utilizado em pessoas e macacos.

Mais tarde, a experiência foi repetida – mas, desta vez, sem a presença de oxitocina. Nesse caso, as pupilas dos cachorros cresceram ao olhar para rostos zangados.

“Precisamos de mais exames para determinar se estes resultados são típicos apenas de cães domésticos, devido à sua afinidade com humanos e suas habilidades comunicativas, ou se existe um fenômeno semelhante em outras espécies de mamíferos”, declararam os pesquisadores.

(O estudo completo está disponível no jornal Frontiers in Psychology.)

 

E mais: