Interação entre pais e filhos movimenta semana de Dia dos Pais no Objetivo Sorocaba

Para comemorar o Dia dos Pais, o Objetivo Sorocaba realizou, na primeira semana de agosto, uma série de atividades entre familiares e alunos do Ensino Infantil e Fundamental. O propósito principal foi promover um momento de interação, tão importante nos dias atuais. “Foi um tempo de relacionamento desenvolvido especialmente para eles. A intenção é que, na simplicidade, ficasse uma experiência memorável”, resumiu a coordenadora da Educação Infantil de três a seis anos, Sandra Cristina Carina.

As crianças dessa faixa etária acolheram os pais nas salas de aula, onde acompanharam a contação de histórias infantis relacionadas à data. Em uma segunda atividade proposta, os pais foram convidados a fazer uma dobradura e brincar na área externa com os filhos. “No cotidiano, o trabalho não permite que fiquemos juntos por muito tempo. Mas só as crianças nos fazem largar todos os problemas”, afirmou Mario Augusto Pereira, pai de Giovanna, de quatro anos; Giulia, de seis; e Guilherme Augusto, de 11, todos alunos do Objetivo.

O momento de interação reservado aos pais das crianças de zero a três anos aconteceu na Toca da Raposa, com cantigas e plantação de mudas. “A proposta foi trazer a família para brincar junto às crianças e resgatar a infância de chão de terra que muitos tiveram. Esse contato com a natureza é muito importante e fica um pouco distante neste mundo tecnológico em que vivemos”, declarou a coordenadora da Educação Infantil de zero a três anos, Gisele Puccetti Rodrigues Lombardi.

Com a ajuda dos pais e outros familiares, as crianças construíram um jardim vertical com garrafas pet, para também se lembrar da consciência ecológica. Com as próprias mãos, plantaram mudas e ervas, como alecrim, orégano, cebolinha, manjericão, hortelã e camomila, que, de acordo com Gisele, serão usufruídas pelas próprias crianças em chás ou temperos dos lanches.

A pequena Amanda teve a sorte de contar com a participação não apenas do pai, Henrique Amaral, mas também do avô, Sócrates Barboza, que acompanha todas as etapas da neta de perto. “É maravilhoso poder participar da vida dos pequenos e, inclusive, dos eventos do Objetivo. Além disso, a atividade foi ótima para despertar o sentimento ecológico nas crianças e a conscientização de como será o futuro do planeta”, comentou o avô.

Já os pais dos alunos do Ensino Fundamental I foram surpreendidos com textos pendurados no pátio e elaborados em homenagem a eles, de acordo com o ano. Alguns escreveram bilhetes; outros, uma carta ou história. Teve, ainda, os do 5º ano, que abusaram da criatividade e redigiram uma carta para eles mesmos, no futuro, relacionada ao tema. “É valiosíssimo saber o que meu filho pensa. Fiquei emocionado ao descobrir que ele quer ser com o filho dele do mesmo jeito que sou com ele. Esse reconhecimento, vindo dele, é o mais importante para mim”, disse Tadeu Cacace, pai de Caíque, de 10 anos, após encontrar o texto escrito pelo filho.

Marcos Eduardo Caramanti também se encantou com a carta que o filho Enzo, de sete anos, escreveu para ele. “É singela e cheia de amor. Ela prepara o coração para o que vem por aí”, ressaltou. Os alunos também fizeram uma apresentação musical e cantaram a música “Wave”, de Tom Jobim, aos pais.

Depois do espetáculo, Catherine, de oito anos, explicou ao pai, Henrique Biffi, os motivos das palavras escolhidas para o texto. “Eu quis contar como ele é essencial para mim, com tudo o que ele faz para a nossa família”, disse.

De acordo com a coordenadora do Ensino Fundamental I, Melissa Gomes Franchini, a atividade é de extremo valor tanto para os pequenos quanto para os pais. “São histórias muito tocantes. É bonito ver o sentimento das crianças por essa figura tão importante na vida delas. É um momento simples, mas bastante significativo para pais e filhos”, declarou.

Mais assuntos relacionados