Mel azul surpreende apicultores franceses

Uma questão preocupou os apicultores do nordeste da França em 2013. Na época, se tornava cada vez mais comum o mel de coloração azulada.

Após um inverno rigoroso e uma alta mortalidade de abelhas, esperava-se que a nova safra pudesse movimentar a economia local. Porém, os padrões de qualidade do país proibiam a comercialização de mel que não fosse claro ou levemente dourado.

A resposta para este problema estava na cidade de Ribeauville. Ali, notou-se que as abelhas se alimentavam de resíduos açucarados (e coloridos!) de uma fábrica da M&M’s. A solução foi simples: todos os contêineres externos foram fechados, para evitar que este curioso caso se repetisse.