Mulher com câncer em estágio 4 ganha prêmio máximo na loteria e, enfim, pode se aposentar

Este ano trouxe uma reviravolta surpreendente para a canadense Diane Bishop.

Até outubro, ela não podia abandonar seu trabalho porque precisava muito do dinheiro para cobrir os custos do seu tratamento contra o câncer – já em estágio 4, o mais implacável de todos. O tumor foi identificado nas suas mamas em 2016 e, desde então, se espalhou para os quadris e pulmões.

Recentemente, numa compra impulsiva, a canadense adquiriu um tíquete da loteria. E ganhou o prêmio máximo, de US$ 118 milhões.

Ela havia aparecido anteriormente na mídia, cobrando um melhor suporte financeiro por parte do governo. Na ocasião, revelou que inúmeros pacientes oncológicos batalhavam diariamente para pagar suas contas, impossibilitados de abrir mão do seu emprego.

Após receber o cheque, a canadense se aposentou e buscará novos tratamentos.

“Agora, posso cuidar de mim mesma e passar tempo com minha família e meus amigos. Sentirei falta da loja [que eu gerenciava]“, declarou. A comunidade havia até arrecadado doações para ajudá-la com os gastos da quimioterapia. Agora, este valor será direcionado a outras pessoas em necessidade. “Posso sobreviver, assim como meus filhos”, prosseguiu Diane. Ela planeja viajar a outras cidades para participar de testes clínicos envolvendo novos tratamentos para seu tumor.

Mais assuntos relacionados