O discurso que afundou a maior rede de joalherias do Reino Unido e EUA

“Para aqueles que vendem serviços, a única garantia a ser oferecida é a própria reputação”, declarou Alan Greenspan, presidente do Banco Central Americano.

E esta reputação, que levou tanto tempo para ser construída, pode desmoronar em segundos.

Que o diga Gerald Ratner! Ele era herdeiro e CEO do Ratners Group, a maior rede de joalherias dos anos 80, com 2.500 lojas espalhadas pelo Reino Unido e EUA.

Durante um evento de grande prestígio em 1991, com um público formado pelos maiores investidores do país, ele foi questionado: “Como você consegue vender joias a um preço tão acessível?”.

O assessor de Gerald era favorável à sua personalidade espirituosa: “As pessoas amam suas piadas!”. O mundo dos negócios tinha tantos indivíduos arrogantes que alguém com senso de humor certamente se destacaria.

O CEO, então, fez a fatídica piadinha: “Estas joias são baratas porque são uma porcaria! Vendemos um par de brincos por menos de uma libra, o que é mais barato do que um sanduíche!”.

O carisma de Gerald arrancou risadas do público, porém, a imprensa não achou graça alguma.

No dia seguinte, tabloides de todo o país estamparam a frase em suas capas, com um tom completamente diferente daquele usado no evento.

No fim das contas, a piada de Gerald custou 500 milhões de euros à Ratners Group. Ele, inclusive, teve que deixar a companhia e reconstruir sua vida, começando do zero.

Fica a lição: cuidado com discursos muito “ousados”. Tudo o que você disser poderá ser usado contra você no tribunal da opinião pública.

Mais assuntos relacionados