Órgãos de garota de 13 anos salvam oito vidas, em maior doação na Inglaterra

A adolescente Jemima Layzell (13) estabeleceu um recorde de doação de órgãos na Inglaterra, revelam autoridades do país. Ao todo, oito pessoas foram beneficiadas ao receber seu coração, pâncreas, pulmões, rins, intestino delgado e fígado.

Em março de 2012, Jemima desmaiou enquanto ajudava a organizar a festa de aniversário da sua mãe, Sophy (43).

Vítima de um aneurisma cerebral, ela passou quatro dias internada, mas não resistiu.

Coincidentemente, uma semana antes da sua morte, a garota havia conversado com seus pais sobre doação de órgãos. O assunto foi abordado após um amigo da família se envolver num acidente fatal de carro.

“A pessoa estava registrada como doadora, porém, devido às circunstâncias da sua morte, não foi possível realizar o procedimento”, relembra Sophy. “Minha filha nunca tinha ouvido sobre este tipo de doação – e até considerou um pouco angustiante -, mas entendeu perfeitamente sua importância”.

A decisão de doar os órgãos de Jemima não foi fácil, mas trouxe conforto a Sophy e seu marido, Harvey. Entre os pacientes que passaram pelo transplante, estavam cinco crianças.

Raro entre os jovens, o aneurisma cerebral é a dilatação anormal de uma artéria que irriga o cérebro. Quando o vaso se rompe, leva à hemorragia, com altas taxas de mortalidade.

Torne-se um doador também!

Vale lembrar: é possível doar rim, parte do fígado e da medula óssea em vida. Quem preferir pode, ainda, compartilhar seu sangue e salvar muitas vidas. ♥