“Restaurante dos Pedidos Errados” emprega apenas funcionários senis

Num ambiente leve e bem-humorado, o “Restaurante dos Pedidos Errados” desperta a consciência e a compaixão entre a população japonesa.

Ali, todos os pratos e porções são anotados e preparados por pessoas senis – ou seja, são mínimas as chances de você receber exatamente o que pediu ao garçom.

A experiência no local é marcante: além de os clientes provarem receitas que nunca pensariam em pedir, eles também podem interagir com idosos que, geralmente, são excluídos da sociedade.

A blogueira Mizuho Kudo, por exemplo, visitou o estabelecimento e pediu um hambúrguer. Em vez disso, recebeu dumplings, típicos da culinária chinesa. “Todos rimos muito”, comentou.

Em setembro, a casa planeja lembrar o Dia Mundial da Doença de Alzheimer.