Seria a realidade virtual o futuro dos escritórios após 2020? Para o Facebook, a resposta é sim

Conforme os países flexibilizam as regras da quarentena, percebemos que o home office veio para ficar. No Brasil, por exemplo, 80% dos gestores disserem gostar da nova maneira de trabalhar, de acordo com pesquisa da ISE Business School.

São mudanças que deveriam ocorrer em até dez anos, mas que aconteceram em questão de semanas.

O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, está de olho nessa oportunidade. Ele já adiantou alguns novos recursos que a rede social deverá oferecer àqueles que passaram a trabalhar remotamente.

  • Salas do Messenger para Workplace: segundo o Facebook, esta é uma forma segura e fácil para conectar-se aos colegas de trabalho. É um espaço para organizar reuniões por tempo ilimitado (ao contrário do Zoom). Pode-se reunir até 50 pessoas numa videoconferência – mesmo que estes indivíduos não trabalhem na sua empresa ou não tenham uma conta no Workplace. Também será possível compartilhar sua tela e restringir a entrada de novos membros na sala de bate-papo.
  • Work groups: hoje, existem mais de 20 milhões de usuários ativos nos grupos de trabalho do Facebook. Esta ferramenta é útil para trocar informações rapidamente com seus colegas de trabalho – por exemplo, combinando uma troca de turno.
  • Live Producer: o Workplace tem sua própria versão do Facebook Live. Nela, há algumas opções interessantes para profissionalizar suas transmissões ao vivo. Enquetes, perguntas & respostas e legendas automáticas (em inglês, francês, alemão, italiano, português e espanhol) são recursos que você pode explorar.
  • Portal: lançado em 2018, é basicamente um alto-falante inteligente focado em videochamadas. Ele traz uma tela (de 10 ou 15 polegadas) e tem uma câmera que acompanha você. A princípio, não fez muito sucesso – mas, com a pandemia, suas vendas aumentaram 10 vezes!
  • Realidade virtual: será que, no futuro, nós trabalharemos numa simulação de um escritório? Esta é a proposta do Facebook com seu gadget Oculus. De acordo com a rede social, a equipe de vendas da Nestlé Purina já está usando essa tecnologia, que possibilita reduzir o número de viagens a trabalho. De forma resumida, você entraria numa experiência imersiva, podendo ver seus colegas de trabalho e interagir como se estivesse, de fato, presente no local.

    Faça um comentário: