Crianças com câncer se transformam em super-heróis

Dotados de coragem, determinação e uma força surpreendente, os pequenos pacientes oncológicos do Hospital Infantil Hassenfeld, de Nova Iorque (EUA), podem ser considerados verdadeiros super-heróis. E, agora, eles ganharam trajes à altura, confeccionados pelos alunos do Fashion Institute of Technology.

Os estudantes de moda conversaram com as crianças para descobrir que tipo de super-herói elas gostariam de ser.

A seguir, desenharam e elaboraram as vestimentas e os cenários onde a garotada posaria para uma sessão de fotos.

Aiden Cintron (9), que passa por tratamento da leucemia, contou: “Meu superpoder seria oferecer balas capazes de curar o câncer na hora”. Logo, ele se tornou o Capitão Cura, munido de uma arma que dispara doces. Já Mahlai Clark (5) escolheu ser a Dançarina do Céu, uma heroína que controla o clima e combate o crime. Kevin Miller (4) se tornou o Garoto Veloz, que corre como o vento.

Os familiares dos pequenos se emocionaram com a iniciativa.

“Minha filha é forte e consegue lidar com qualquer coisa. É uma guerreira”, orgulhou-se Erin Mitchell, mãe de Chloe (7). A avó de Mahlai, Tanya Clark, acrescentou: “Esta poderia ser uma situação muito triste, mas minha neta conseguiu transformá-la em algo positivo. Ela é uma verdadeira super-heroína”.

E mais: